O que é EAT e como isso pode melhorar a qualidade do seu Site

Apenas entender o que é EAT pode não ser suficiente, você saber o que e como usar para melhorar o ranqueamento do seu site ou blog.

Há quem pense que criar um site ou blog é uma tarefa fácil no primeiro momento, entretanto quando se começa a pensar no layout, conteúdo, como atrair visitantes e fazer com que ele apareça bem ranqueado em sites de busca, a situação muda.

Nesse momento é que se começa a pensar no SEO, o que é EAT e de que forma essas ferramentas podem ajudar a sua colocação.

É claro que ainda existem algumas dúvidas sobre como os algoritmos funcionam na hora de classificar e posicionar um site no Google, porque o SEO mudou bastante e surgiram novas ferramentas e conceitos, por isso, vamos nos ater ao EAT.

O que é EAT?

O E-A-T significa “Expertise, Authoritativeness and Trust”, também chamado de especialização, credibilidade e confiabilidade e é um conceito que o Google utiliza para classificar os sites, principalmente os que estão relacionados com a vida cotidiana, como saúde e assuntos financeiros.

Nesse caso, o EAT vai medir a qualidade e segurança das informações de um site e quanto mais relevantes e confiantes forem, melhor será a classificação.

O Google não explica em detalhes como isso funciona, mas dá algumas dicas do que fazer para conseguir um melhor posicionamento nas buscas.

Dessa forma é possível entregar melhores resultados para quem faz as buscas.

Cada um dos itens do EAT

O EAT é formado por três pilares: especialização, autoridade e confiança e, com base neles, é que determina a relevância de cada uma das páginas, veja um pouco melhor cada um desses itens.

Expertise (especialização)

A especialização tem a ver com a experiência, quando se busca, por exemplo, informações sobre cuidados médicos vai preferir que ela venha de um profissional ou de uma empresa especializado do que uma pessoa comum.

Para buscar o nível de especialização do autor, o Google faz buscas em outros sites e, quanto mais ele for mencionado, maior será a sua especialização e isso ajudará no posicionamento.

Portanto, se um site tem conteúdos considerados de qualidade por um longo período, consegue responder as dúvidas dos visitantes e tem profissionais especialistas como autores, será mais bem classificado nesse critério.

Authoritativeness (Autoridade)

Nesse caso é considerada a relevância da página nas buscas e a experiência que o usuário tem nelas.

Se ao acessar o link já encontrar o resultado esperado, a página ganha autoridade para isso pode ser considerado o tempo em que se passa acessando o conteúdo.

Outro fator que pode interferir na autoridade são os backlinks.

Se diferentes páginas estão direcionando para o link, significa que estão repassando a autoridade para ele.

Trustworthiness (Confiabilidade)

Por último, se tem a confiabilidade que está relacionada com a qualidade do conteúdo.

Se uma página possui informações desencontradas, erros de português, links quebrados, demora para carregar, falta de escaneabilidade e design responsivo, acabam perdendo nesse critério.

Todos esses elementos somados à segurança do site é que determinarão a confiabilidade.

Como melhorar o EAT?

As páginas melhor ranqueadas pelo EAT envolvem os três pilares desse conceito e, além disso, possuem uma grande quantidade de conteúdo de qualidade, informações que permitam o esclarecimento de dúvidas e uma reputação positiva.

Trabalhar esses conceitos ajuda a melhorar o EAT e a posicionar melhor uma página no Google.

Veja um pouco mais em detalhes como conseguir isso.

Ter boa reputação

O Google faz uma avaliação geral para entender a reputação de uma empresa ou autor e para isso considera avaliações em redes sociais, comentários nas páginas e em outras fontes.

o que é EAT

Se a empresa é bem vista e possui avaliações positivas, sai ganhando.

Portanto, não se deve garantir o EAT apenas em uma página, é preciso ter um esforço conjunto em diferentes canais para conseguir chegar a esse objetivo.

Apareça na Wikipédia

Por muito tempo o SEO negligenciou a Wikipédia por achar que ela não é uma fonte considerável de informações, entretanto, ela é bastante mencionada nos resultados de busca do Google o que aponta exatamente o contrário.

Esse pode ser um bom canal para conseguir autoridade para a sua página e demonstrar conhecimento no assunto. Avaliações positivas e contribuições de diferentes usuários ajudarão a impulsionar o seu negócio.

Faça com que Sites de Alta Autoridade te Mencionem

Como dissemos, os backlinks podem ajudar na EAT, principalmente quando eles são citados em sites que já possuem autoridade.

Fazer parcerias com eles para que haja menção da marca ou direcionamento para um dos seus conteúdos ou produtos ajuda a ganhar credibilidade.

Uma estratégia nesse caso pode ser aparecer em veículos de impressa ou grandes portais, com matérias mencionando a empresa.

Os links pagos também conseguem um efeito positivo.

Tenha um Site Responsivo

A facilidade de acesso ao conteúdo e experiência do usuário possuem um grande peso e, sabendo que hoje muitos dos acessos são feitos por meio de smartphones, é preciso que haja uma boa navegabilidade nesses aparelhos.

Crie páginas que possam ser visualizadas sem dificuldade em qualquer tipo de equipamento e esteja sempre monitorando para que o tempo de carregamento seja rápido.

Reveja os seus Conteúdos

Além de melhorar a reputação e formas como as pessoas chegam em suas páginas, é preciso pensar no que está sendo entregue a elas.

Revise periodicamente os conteúdos para que fiquem completos e possam sanar as dúvidas de quem está buscando por uma resposta.

Sempre acrescente informações baseadas em dados científicos ou que possuem comprovação para que sejam vistas como confiáveis.

Trabalhe bem o SEO melhorando a escaneabilidade e uso de palavras-chave.

Disponibilize Contatos

Pode parecer que não existe relação, mas, o Google entende que empresas que não podem ser contatadas não são tão confiáveis e pode bloquear landing pages que não possuem esses dados.

A ausência desses dados dificulta a verificação da existência da empresa, por isso, é recomendado que se tenha um campo sobre ou se coloque no rodapé o endereço, CNPJ, telefone de contato, e-mail e outros que ajudem a comprovar a existência da organização.

Depois de entender o que é EAT e como ela pode ser aplicada em seu site, é preciso revisar as suas informações e garantir um melhor ranqueamento nas buscas.

Iai, o que achou desse artigo? Lhe ajudou em algo? Comenta aí! 😉

 

Facebook Comments

Sobre o autor | Website

Blogueiro e Empresário, Rafael criou esse blog com o intuito de mostrar esse Mar de oportunidades que existe na Internet, e que muita gente ainda não enxerga. Seu objetivo também é mostrar um pouco do que aprendeu em sua jornada como Empreendedor.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!